Atvos entra com pedido de recuperação judicial

29/05/2019

Medida adotada tem como objetivo preservar a operação das unidades agroindustriais

A Atvos, segunda maior produtora de etanol do país, entrou hoje (29) com pedido de recuperação judicial na Justiça do Estado de São Paulo com o objetivo de preservar suas operações, garantir equilíbrio financeiro e, principalmente, reforçar seu compromisso com os mais de 10 mil empregados, suas famílias, comunidades, parceiros, fornecedores e clientes.

 

Este processo é resultado da investida hostil de um fundo internacional, credor da Atvos, que por meio de processo judicial colocou em risco as operações da empresa.

 

Ao utilizar essa medida legal, a Atvos viabiliza um ambiente seguro e estável para o equilíbrio de suas contas objetivando alcançar a sua capacidade máxima de produção nos próximos anos.

 

Ao longo dos seus mais de 11 anos de atuação, a Atvos se consolidou no setor sucroenergético e atualmente é responsável por 10% do abastecimento de etanol no mercado brasileiro. A empresa gera mais de 40 mil empregos diretos e indiretos em quatro estados brasileiros (São Paulo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Goiás). Na safra 19/20, possui expectativa de moer cerca de 27 milhões de toneladas de cana, suficientes para produzir 2,1 bilhões de litros de etanol, 237 mil toneladas de açúcar VHP e gerar 2,9 mil GWh de energia elétrica.

 

A empresa reforça sua visão de longo prazo no setor e pretende, com a recuperação judicial, seguir sua trajetória de crescimento, acelerando a execução dos planos de investimento na produção de energia limpa e sustentável.

 

Após o deferimento do pedido pelo Poder Judiciário, a Atvos tem 60 dias para apresentar a primeira versão do plano de recuperação judicial.