Mulheres que renovam o amanhã

08/03/2018

Elas fazem da cana-de-açúcar suas histórias de vida profissional. As mulheres da Atvos estão presentes em todas as áreas: agrícola, indústria, manutenção, planejamento e qualidade, laboratório, SSMA (Saúde, Segurança e Meio Ambiente) e administrativo.

A empresa trabalha para aumentar cada vez mais o número de mulheres nas equipes e investe em programas institucionais de capacitação e relacionamento com a comunidade. Como parte de seu compromisso com o desenvolvimento das cidades em que atua, a Atvos também apoia ações de empoderamento feminino local.

Conheça algumas histórias das nossas mulheres Atvos, que fazem a diferença para construir um amanhã melhor para todos.

 

Sirlene Ferreira dos Santos

Integrante da Unidade Conquista do Pontal (Polo São Paulo – Teodoro Sampaio, SP)

Natural do Paraná, Sirlene chegou em Teodoro Sampaio (SP) ainda adolescente. Antes de entrar na Atvos, ela e o marido trabalhavam na horta particular que cultivavam no próprio sítio.  Viviam da renda da agricultura familiar. Por ter contato com plantio e colheita, sabia um pouco de operação de máquinas, mas quando soube de uma vaga na Atvos como Operadora de Trator da colheita mecanizada logo quis se candidatar. Em 2010, foi admitida e passou por diversos cursos de capacitação para operar as máquinas agrícolas. Desde então é um destaque da Unidade Conquista do Pontal.

 

Atualmente com 36 anos, Sirlene fala com orgulho da sua trajetória profissional na empresa. “Sou muito feliz e agradecida pelas oportunidades que a empresa me deu. Minha filha hoje tem 13 anos e sonha em fazer faculdade de agronomia. Eu incentivo muito, pois sei o quanto essa área foi importante pra mim”, diz. Sirlene foi destaque da safra 2017/2018 como a operadora do Polo São Paulo que mais transportou cana no período. “São oito anos de empresa e dessa vez tive esse reconhecimento. Estou muito feliz e vou começar a próxima safra ainda mais motivada”, completa. Sirlene ainda divide a rotina de mãe e profissional com os estudos. Ela é estudante de pedagogia e está no 3º ano. Sirlene é desbravadora, Sirlene é Atvos!

 

 

Bruna de Jesus

Integrante da Unidade Água Emendada (Polo Araguaia – Perolândia, GO)

Com 21 anos, Bruna é integrante da Unidade Água Emendada, da Atvos. Natural de Mineiros (GO), a jovem estudante foi selecionada pelo Programa Acreditar Júnior, que investe na capacitação de jovens das localidades onde a empresa está inserida. Em sua grade curricular, ela passou um ano estudando no Senai local e se capacitando na área de manutenção automotiva. Depois desse período, teve a oportunidade de ficar mais um ano, dessa vez dentro da unidade, trabalhando com a equipe de manutenção e aplicando na prática conceitos adquiridos em sala de aula. “Foi uma superação para mim. Minha mãe, que também já trabalhou na Atvos, tem um histórico de superação muito bonito. Ela foi operadora de trator por muitos anos. Eu sou apaixonada por manutenção e quero trilhar como ela uma longa história profissional na minha área”, diz.

 

Ao término do Programa Acreditar Júnior, Bruna foi efetivada como integrante da unidade. Hoje ela atua diretamente na oficina e não tem medo do desconhecido. “Temos que ter humildade de, muitas vezes, pedir apoio aos colegas de profissão. Às vezes eu não tenho a solução prontamente, mas pergunto, aprendo e aplico. Sou apaixonada pela área e grata pela oportunidade”, completa. Bruna é dedicada, Bruna é Atvos!

 

 

Odete da Costa Matos,

Integrante da Unidade Rio Claro (Polo Goiás – Caçu, GO)

Casada e mãe de um filho adolescente, Odete chegou na Atvos em 2013 como auxiliar de agrícola defensiva. Natural de Goiás, ela conta que trabalhou no controle de pragas, na plantação, colheita e fazia com amor suas atividades. “Eu gostei muito da experiência no tempo em que passei na área agrícola. Ali está o coração do negócio”, diz.

 

Vendo uma oportunidade de se desenvolver na profissão, Odete investiu na capacitação para motorista e tirou sua habilitação para se candidatar a uma vaga de motorista no setor administrativo. “Gostava de ver a rotina dos motoristas quando podia e pensei que seria uma oportunidade para mim. Deu certo. Fui selecionada e hoje estou muito feliz aqui. Conheço muitas pessoas, ando pra lá e pra cá. Acho que toda mudança existe para nos fazer aprender mais e mais. Eu aprendo todos os dias”, comenta Odete. A goiana gosta tanto do setor que pretende fazer um curso de agronegócio e finaliza dizendo que se sente uma mãe, esposa e profissional realizada. “Sou muito sortuda. A vida me deu boas oportunidades.” Odete é engajada, Odete é Atvos!

 

 

Lídia Cabrera

Integrante da Unidade Santa Luzia (Polo Santa Luzia – Nova Alvorada do Sul, MS)

Como atendente de uma lanchonete em Nova Alvorada do Sul (MS), Lídia via os integrantes uniformizados da Atvos na cidade e tinha curiosidade em trabalhar na empresa. Quando soube de uma oportunidade, logo se inscreveu e foi chamada para trabalhar na área agrícola, com plantio de mudas de cana-de-açúcar, em 2009. Desde então, passou por diversas áreas e funções. Hoje atua como multiplicadora de treinamento e conta com orgulho da sua trajetória nesses nove anos. “Eu vejo as pessoas entrando hoje na empresa e lembro com carinho dos meus primeiros dias. Aprendi muito e hoje trabalho no campo com processos de melhorias que tragam para o nosso negócio maior produtividade, menos custo e garantia da segurança no trabalho”, conta.

 

Nascida em Sidrolândia (MS), Lídia diz que a oportunidade de profissionalização dentro da empresa foi o que mais a motivou a aprender e crescer na profissão. “Sempre me capacitei com todos os treinamentos que a empresa oferece. Aprendi que os estudos são o que impulsionam nosso futuro. Voltei pra faculdade e estou terminando o curso de Contabilidade. Não canso de aprender”, diz, orgulhosa. Lídia tem brilho nos olhos, Lídia é Atvos!

 

 

Marizete Ramos Ferreira Rocha

Integrante da Unidade Eldorado (Polo Eldorado – Rio Brilhante, MS)

 Com 46 anos de idade, Marizete chegou na Atvos em 2016. A técnica de enfermagem do trabalho conheceu a empresa por meio de uma amiga. Mudou-se para Glória de Dourados (MS) com o marido, que também trabalha na Unidade Eldorado como soldador industrial, e conta que foi uma aposta certeira: “Eu faço meu trabalho com amor e quando se tem amor não há barreiras”, conta Marizete.

 

Ela conta que sempre gostou de trabalhar com enfermagem e que apesar de não conhecer o processo do setor sucroenergético se adaptou rapidamente. “Foi tudo muito rápido. Me apaixonei logo que cheguei. As pessoas que trabalham na unidade, as equipes, o processo, tudo é um aprendizado diário”, diz. Ela já atuou em diferentes setores, superou muitos desafios, mas não perde o sorriso e a vontade de aprender todos os dias. “É muito amor pela profissão e pelo cuidado com as pessoas”, completa. Marizete é comprometida, Marizete é Atvos!

 

 

Marlene Severino Rezende e Mayara Morais Resende

Integrantes da Unidade Alto Taquari (Polo Taquari – Alto Taquari, MT)

Mãe de dois filhos já adultos, um com 24 e a outra com 23 anos, Marlene atuou em diversas áreas antes de chegar no setor sucroenergético. Ela conta que decidiu trabalhar em uma unidade agroindustrial por conta das oportunidades de carreira. “Decidi fazer um curso técnico e, com meu marido e meus filhos, viemos morar em Santa Rita do Araguaia.” Em 2011, ela foi contratada pelo Polo Taquari e começou a trabalhar no Laboratório de Qualidade.

 

Marlene nem imaginava que poderia ser ainda mais feliz dentro da Unidade Alto Taquari. Cinco anos depois, surgiu uma oportunidade para sua filha. Mayara terminou a faculdade de Engenharia de Alimentos e também se tornou integrante da Atvos. “Mudou minha vida. Sou muito feliz por ter conseguido nesta empresa meu primeiro emprego”, sorri.

 

“Ter a família reunida, empregada e com saúde é o mais importante pra mim”, conta Marlene, que é casada com Geraldo, motorista de caminhão de bombeiro na unidade. Ela se sente orgulhosa pela história de vida de sua família. “Vejo tanta coisa que conquistamos, vejo meus filhos trilhando sua vida adulta com responsabilidade, vejo que a Atvos nos proporcionou muita coisa, sou eternamente grata. Espero que possamos trabalhar nesta empresa por muitos e muitos anos”, diz.  Marlene e Mayara são unidas, Marlene e Mayara são Atvos!