Atvos é reconhecida pela inclusão dos trabalhadores com deficiência

20/12/2017

Ações direcionadas às famílias e diálogo na empresa são o grande diferencial

Um ano depois de ser homenageado na sede da Organização das Nações Unidas (ONU), o Polo São Paulo, da Atvos, foi reconhecido como uma das Melhores Empresas para Trabalhadores com Deficiência, pela Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência (SEDPcD) do estado de São Paulo. Pelo segundo ano consecutivo, a Atvos foi destaque por ações promovidas para qualificar, estimular e promover o desenvolvimento e a autoconfiança deste público dentro e fora da empresa.

 

Entre as ações de destaque desenvolvidas nas Unidades Conquista do Pontal e Alcídia está a Oficina de Inclusão, na qual as pessoas com deficiência que trabalham na empresa expõem dificuldades, desafios e propostas para consolidação da diversidade no ambiente de trabalho. Além disso, especialistas e convidados externos, apresentam temas que fortalecem a inclusão profissional da pessoa com deficiência. “Há seis anos intensificamos nossas ações nessa área. Os resultados têm sido ótimos para todos”, comenta Glauco Trugillo, responsável por Pessoas e Administração do Polo São Paulo.

 

No início da safra 2015/2016, o polo possuía 34 integrantes com algum tipo de deficiência, número que aumentou para 55 no início da safra seguinte. Agora já são mais de 100 pessoas com deficiência trabalhando nas unidades de Teodoro Sampaio e Mirante do Paranapanema, ambas no interior paulista. “Ter uma estratégia definida com esse foco é uma importante forma de contribuir para a redução das desigualdades e promover a inclusão social”, acrescenta Glauco. O polo também possui parcerias e programas que promovem a integração dos novos integrantes e incentivam o diálogo aberto com as equipes – com o objetivo de absorver possíveis demandas.

 

O Prêmio Melhores Empresas para Trabalhadores com Deficiência foi criado para valorizar e reconhecer publicamente as empresas que tenham pessoas com deficiência em seus quadros de colaboradores. O intuito é estimular as organizações a aprimorarem seus planos de inclusão profissional, com foco na construção e manutenção de um ambiente corporativo participativo, produtivo e igualitário, em que trabalhadores com e sem deficiência contribuam juntos para uma economia sustentável e humanizada. “Foi uma honra fazer parte desta premiação este ano. Este reconhecimento mostra que estamos no caminho certo”, finaliza Glauco.